fbpx Skip to main content

Sendo o ponto mais alto de Portugal continental, a Serra da Estrela tem muito mais do que paisagens encantadoras. Existem pelo menos 7 bons motivos para visitar a região durante todo o ano. Leia o artigo e descubra algumas das principais atrações imperdíveis que a Serra da Estrela tem para oferecer.

Museu do Queijo, na Covilhã – O queijo da Serra da Estrela é uma das sete maravilhas gastronómicas de Portugal. Conheça a história secular deste emblemático queijo português, que é contada no Museu do Queijo. O Museu propõe uma viagem pela história da produção do queijo da serra, e das gentes sábias que habitam a montanha desde os primórdios. Inclui ainda uma degustação, que promete uma incrível experiência de sabores e aromas.

Covão dos Conchos, no Sabugueiro – Com caraterísticas surreais, que fazem parecer um portal para outra dimensão, o Covão dos Conchos é uma estrutura invulgar que suscita curiosidade. Foi construído durante os anos 50 e assemelha-se a uma cascata subterrânea, com a finalidade de canalizar as águas da Ribeira das Naves até à Lagoa Comprida, o maior reservatório de água da Serra da Estrela e onde é feito o aproveitamento hidroelétrico. Vale a pena conhecer!

Covão do Ferro, em Ribeira de Alforfa, Unhais da Serra – Esta é uma das mais peculiares formas de erosão glaciária da serra da Estrela, com um comprimento e uma largura superiores a 1 km. Consegue ser o local perfeito para contemplar a natureza, e relaxar do stress diário. O Covão do Ferro pode ser apreciado de várias formas, no entanto a melhor é através do miradouro que possibilita uma imagem idílica da estrutura, que se semelha a um anfiteatro.

Vale Glaciar do Zêzere, em Manteigas – Conhecido como Vale Glaciar, devido aos vestígios da época da glaciação, de há milhares de anos, é considerado o maior vale glaciar da Europa. Ao longo dos seus 13km de extensão, encanta os visitantes com as mais belas paisagens naturais e com os rebanhos de cabras e ovelhas que se estendem pelas encostas. A melhor forma de apreciar o vale é percorrendo uma das estradas mais cénicas de Portugal – a N338 – que liga Manteigas à Torre, ou a pé, através do trilho Rota do Glaciar, com uma extensão de 17 km.

Torre da Serra da Estrela – Visitar a Serra da Estrela sem passar pela Torre, é um pequeno pecado que não pode cometer. Este é o ponto mais alto de Portugal continental e um local incrível para aproveitar o sol de inverno num momento a dois ou em família, na companhia das várias paisagens da serra. Se viajar no inverno, e estiver com vontade de se aventurar na neve, a estância de ski vai proporcionar-lhe momentos divertidos em família.

Bosque das Faias, em Manteigas – O Bosque dos Faias, em Manteigas é um local para ser explorado em qualquer altura do ano, mas é durante o outono e o inverno que se sente a sua magia. No outono, o bosque transforma-se num caminho mágico dourado, repleto de folhas caídas em vários tons, que parecem iluminar o caminho. No Inverno a neve e o gelo decoram os caminhos e os ramos das árvores, salpicando a paisagem de branco, e formando cenários de rara beleza.

Museu do Pão, em Seia – O Museu do pão é uma das maiores referências museológicas em Portugal e o maior complexo dedicado a este tema. O museu promove uma experiência multissensorial sobre o legado do pão português, desde a sua história, à produção e a todas as atividades relacionadas com este produto, que está sempre presente na mesa das famílias portuguesas.

>