O IPDT – Turismo e Consultoria, conjuntamente com o Turismo de Portugal, promoveu no dia 10 de dezembro a sessão de encerramento da 2ª Edição do programa ALA+T – Qualificar para o Turismo, que este ano decorreu em formato online.

 

Baião, Marco de Canaveses, Associação de Municípios do Vale do Sousa – Rota do Românico, Associação de Municípios do Baixo Tâmega, Montemor-o-Velho, Peniche, Penacova, Faro e Olhão são as entidades distinguidas pelas melhores ideias de projeto apresentadas no encerramento da 2ª edição do programa ALA+T – Qualificar para o Turismo, uma iniciativa que tem como objetivo contribuir para o desenvolvimento turístico do país, com enfoque no potencial do turismo enquanto dinamizador de territórios e comunidades locais.

A 2ª edição volta a contar com o apoio do Turismo de Portugal e culminou numa cerimónia online de apresentação e anúncio das ideias vencedoras, a 10 de dezembro, que teve a participação da Secretária de Estado do Turismo, Rita Marques, e do Presidente do Turismo de Portugal, Luís Araújo.

Viagem a Portugal, apresentado pelos representantes das Câmaras Municipais de Baião e Marco de Canaveses, e pelas Associações dos Municípios de Vale do Sousa – Rota do Românico e do Baixo Tâmega, foi distinguido como um projeto piloto que pretende promover o turismo literário nos territórios dos vales do Sousa, Douro e Tâmega.

Portugal Rocks, projeto apresentado pelos representantes das Câmaras Municipais de Montemor-o-Velho, Peniche e Penacova, foi distinguido pela criação de uma plataforma online que permita ao turista aceder à informação sobre sítios de interesse geológico, geoparques (UNESCO), e empresas de animação turística com atividades neste domínio.

Também o projeto Ria Formosa através da Realidade Aumentada, apresentado pelos representantes das Câmaras Municipais de Faro e Olhão, foi distinguido pela apresentação de uma aplicação informática de Realidade Aumentada para mostrar, a quem visita a Ria Formosa, o espaço natural, o ecossistema marinho e outros recursos do local.

As ideias vencedoras são passíveis de apoio pelo Turismo de Portugal após adequação dos projetos aos critérios dos programas de apoio desta entidade.

As duas edições do ALA+T- Qualificar para o Turismo juntaram mais de 30 por cento dos municípios de todo o país, representados pelos seus executivos e técnicos superiores. Para além dos municípios participaram ainda 4 comunidades intermunicipais, 2 Associações de Municípios, 2 Juntas de Freguesia e a Entidade Regional de Turismo do Alentejo.

“É importante dinamizar as atividades e o desenvolvimento turístico em Portugal” salienta o Presidente do IPDT – Turismo e Consultoria, António Jorge Costa, relembrando que “retomar o turismo passará sobretudo pela colaboração e envolvimento da sociedade e de todos os agentes turísticos, públicos e privados, mostrando o elevado impacto que o setor tem na vida de cada um de nós e na competitividade da economia”.

Já para o presidente do Turismo de Portugal, Luís Araújo, “Esta nova edição do ALA+T confirma a importância da capacitação técnica das entidades públicas de modo a assegurar um desenvolvimento turístico sustentável em todo o país. Esse é um dos objetivos primordiais da Estratégia de Turismo 2027, para cuja concretização esta iniciativa contribui de forma inegável.”

No total, o ALA+T – Qualificar para o Turismo reuniu 233 participantes, 32 projetos de desenvolvimento turístico e 45 master classes, que decorreram nas escolas do Turismo de Portugal em Lamego, Porto, Coimbra, Caldas da Rainha, Estoril, Portalegre, Setúbal e Faro.

>