O Concurso Nacional de Acesso ao Ensino Superior arrancou esta semana e importa assegurar que os potenciais candidatos estão conscientes da importância da formação superior. A importância de um grau académico superior tem vindo a aumentar e prevê se que tal continue no futuro.

O último ano do ensino secundário é uma das importantes etapas de um estudante. Questões e mais questões não param de surgir na hora de decidir o curso e a instituição que deve escolher. É a fase e a oportunidade de tomar decisões que vão afetar o futuro.

São várias as instituições, formas de acesso e as opções de cursos capazes de dar resposta aos diferentes desafios e interesses dos candidatos.

O turismo é um importante marco no setor económico e na geração de emprego, assim como na criação de novos negócios e aumento da produção de bens e serviços. Em 2018, o setor representava 8,2% do PIB nacional e era responsável por 329 mil empregos.

Atendendo a esta importância, neste blog fazemos uma análise aos cursos disponíveis na área do Turismo.

Para o ano letivo de 2019/2020, existem no total 42 cursos na área do turismo, representando 1568 vagas disponíveis no país. Comparativamente ao ano anterior, são mais 11 vagas disponíveis.

Atentando às áreas científicas do setor: Turismo e Lazer; Hotelaria e Restauração, verifica-se que é a primeira que oferece mais vagas (1108). A nota do último colocado na 1ª fase de 2018 nos cursos enquadrados em “Turismo e Lazer” foi de 123,2 pontos e nos cursos de “Hotelaria e Restauração” de 119,5 pontos.

Faro, Leiria e Lisboa são os distritos que apresentam um maior número de vagas

Dos 19 distritos e regiões autónomas que têm estabelecimentos de ensino com cursos na área do Turismo, 11 mantiveram o mesmo número de vagas – Braga, Coimbra, Portalegre e Viseu são alguns dos exemplos.

Beja foi o distrito que mais reduziu o número de vagas no ano de 2019 em relação a 2018 – menos 16 na área do Turismo, seguindo-se Lisboa com menos 12.

De referir que mesmo assim, Lisboa ainda oferece o maior número de vagas (397) em termos nacionais, seguindo-se Leiria (150) e Faro (143).

No ano letivo 2018/2019 a nota do último colocado do curso Gestão Turística na Escola Superior de Hotelaria e Turismo do Estoril foi de 149,2 pontos. Esta representou a última nota de entrada mais elevada a nível nacional.

>