was successfully added to your cart.

Carrinho

Melgaço é desde 2017 o destino de natureza mais radical de Portugal, posicionamento definido no plano estratégico e de desenvolvimento do turismo. No seguimento desta estratégia, o destino tem cada vez mais privilegiado iniciativas no domínio da sustentabilidade, procurando a diferenciação e, simultaneamente, ir ao encontro das tendências da procura. 

De forma a alavancar todo esse trabalho, Melgaço iniciou em 2021 o processo de certificação enquanto destino sustentável, contando com o apoio e assessoria do IPDT. A EarthCheck é o órgão certificado pela Global Sustainable Tourism Council (GSTC) que irá acreditar a certificação do destino Melgaço. 

Até ao momento, o destino já criou uma estrutura de gestão para liderar todas as iniciativas – a DMO (Destination Management Organization). Nesta semana, a Green Team, estrutura operacional responsável pela definição e acompanhamento do plano de ação, reuniu pela primeira vez. 

Os próximos passos do processo de certificação envolvem a validação da Política de Sustentabilidade do destino, assim como a realização de um benchmarking que envolve a recolha de vários KPI’s, um Plano de Ação para a Sustentabilidade e um Plano de Avaliação de Riscos. O IPDT acompanhará ainda a auditoria externa da EarthCheck. 

Recorde-se que Melgaço é um destino de natureza já com algum reconhecimento na área da sustentabilidade. Todo o seu território está integrado na Reserva da Biosfera Transfronteiriça Gerês-Xurés, e parte no Parque Nacional da Peneda-Gerês. Além dos recursos naturais, tem património histórico e cultural com enorme valor relacionado com o megalitismo, com a emigração e o contrabando, por exemplo. 

O IPDT integra, desde 2020, a rede mundial de membros do GSTC, órgão máximo na definição e gestão dos padrões mundiais para o turismo sustentável: Criteria GSTC, também responsável pela acreditação de entidades para a certificação de empresas e destinos turísticos ao nível da sustentabilidade. 
>