Skip to main content

O turismo de beleza é um segmento de mercado que está a crescer de forma global. Há cada vez mais pessoas a viajar para realização de cirurgias e procedimentos estéticos mais ou menos invasivos, mas de forma anónima, pois privacidade é o que mais desejam, apesar destes serem cada vez mais vulgares e aceites pela sociedade em geral.

Neste contexto, as empresas que fazem este tipo de intervenções podem capitalizar estas tendências aproveitando a atratividade do destino turístico onde estão inseridas, oferecendo aos potenciais turistas alternativas mais convenientes, seguras, sem tempos de espera e ainda mais baratas que aquelas que estão disponíveis nos seus países de residência, com garantia de discrição e associadas a momentos de lazer.

Juntar o útil ao agradável

As pessoas viajam para fora do seu país, com motivações associadas a saúde e beleza, por várias razões: melhor qualidade de atendimento, tratamentos excluídos dos seus seguros, períodos de espera mais curtos, vontade de conhecer um novo destino de férias e custos mais baixos, sendo este último um fator muito importante do ponto de vista das escolhas de destino. As poupanças muitas vezes justificam o valor das viagens.

De acordo com estudos da Patients Beyond Borders, no Brasil, por exemplo, os americanos podem poupar mais de 30% em tratamentos de saúde e beleza. Na Índia, as poupanças chegam aos 90%. Segundo a mesma fonte, nos EUA, o mercado de turismo médico, que inclui cirurgias estéticas e odontológicas, vale mais de US$ 87,5 biliões, já que os pacientes gastam em média cerca de US$ 3.410 por visita.

Dependendo do país e do tipo de tratamento, os americanos com seguros sem cobertura para determinado tipo de procedimentos, onde se incluem os estéticos ao viajarem para fora do seu local de residência podem poupar entre 15 e 85% sobre o custo do tratamento nos Estados Unidos.

Tendências e oportunidades

Com as viagens cada vez mais acessíveis, as pessoas deslocam-se para fazer short-breaks, sendo esta uma oportunidade única para as empresas médicas diversificarem os seus públicos, entrando no mercado turístico, apelando a que, além dos benefícios do lazer, seja possível voltar para casa rejuvenescido e/ou mais belo.

Os países /destinos mais bem posicionadas para atraírem visitantes em busca de tratamentos de saúde e beleza, são aqueles que detêm um setor privado capaz de responder às exigências de um mercado bem informado quanto a segurança, transparência e certificação de empresas e/ou procedimentos.  

Oportunidades para o turismo de saúde e beleza em Portugal

Portugal é destino que reúne um conjunto de atributos que o tornam muito apetecível para este nicho de mercado, designadamente

  • Fora de Portugal (resto da Europa, EUA e Asia) os procedimentos estéticos são cada vez mais vulgares e há cada vez mais pessoas a querer fazê-los;
  • Nos mercados de proximidade de Portugal, verifica-se uma crescente procura por tratamentos de saúde e beleza;
  • Portugal e os seus profissionais de saúde são uma referência. Recentemente, a estratégia do país no combate à pandemia de COVID-19 foi caso de estudo a nível internacional, para além de que o país passa para o exterior uma imagem de destino seguro;
  • Portugal enquanto destino aposta em turismo de saúde e bem-estar por via dos produtos turísticos estratégicos na sua comunicação;
  • Portugal foi eleito o melhor destino turístico do mundo pela Condé Nast Traveler, em 2021;
  • Cidades portuguesas de Lisboa e Porto integram o ranking das mais saudáveis do mundo, segundo o site britânico Money.co.uk, avaliando níveis de obesidade, expetativa de vida, custo da alimentação saudável, poluição, índice de segurança e número de horas de luz solar. Lisboa posicionou-se em 3º lugar e o Porto em 13º;
  • O custo de vida em Portugal é comparativamente inferior à maioria dos países europeus.

Num próximo artigo vamos analisar como posicionar as empresas portuguesas de medicina estética junto dos mercados emissores de turistas para Portugal. 

  • […] para o exterior com o objetivo de cuidar do corpo e da mente é um conceito que o IPDT já avançou. Fazer uma viagem para melhorar os hábitos de sono é, no entanto, uma tendência menos habitual. […]

  • >