O IPDT aponta alguns fatores críticos de sucesso para os atuais e potenciais empresários de alojamento rural aquando da conceção do seu negócio.

1. GARANTIR UMA EXPERIÊNCIA AUTÊNTICA
  • O seu cliente procura experiências culturais autênticas, a genuinidade, o real.
  • Estes são elementos escassos na comunidade local e as pessoas aproveitam o turismo para recuperar essa autenticidade (para compensar a sua vida quotidiana).
  • Seja criativo na autenticidade, sem a perder.
2. TER UMA BOA RELAÇÃO COM OS LOCAIS
  • Estabeleça uma relação de confiança com os residentes locais, pois estes vão interagir com os seus clientes.
  • Convença-os da importância (económica, social ou cultural) que o seu negócio lhes pode trazer em termos pessoais ou para a sua comunidade), tornando-os parceiros do negócio.
  • Tente contratar algum residente para prestar apoio no seu espaço ou compre produtos regionais produzidos por estes, com o objetivo de garantir uma convivência saudável com a comunidade local.
3. ESTUDAR EM DETALHE O TIPO DE VISITANTE QUE PROCURA A RURALIDADE
  • Perceber o que este tipo de visitante valoriza, que atividades gosta de fazer, o que tenciona gastar, como procura informação e como reserva são alguns dos aspetos que tem de analisar.
  • Aproveite para falar com os seus atuais clientes para aperfeiçoar o seu nível de conhecimento sobre eles – este é um trabalho contínuo.
4. EXPLORAR AS OPORTUNIDADES DE MERCADO
  • Estude o mercado atual e identifique possíveis lacunas. Analise os negócios concorrentes e entenda onde pode ser diferenciador e que tipo de serviços poderão não estar a ser oferecidos ao cliente.
  • Seja ousado.
5. CONTAR COM COLABORADORES QUE O ENTENDEM
  • Os seus colaboradores têm de estar muito identificados com o conceito do negócio.
  • Se pretende criar uma unidade de alojamento rural, que se distinga pela oferta de experiências agrícolas e de pastoreio, por exemplo, contrate alguém que conheça e goste de realizar estas atividades.

Tem mais algum aspeto que entenda ser fundamental neste tipo de negócio? Partilhe-o connosco nos comentários abaixo.

>