Maioria dos turistas nacionais ficam em Portugal. Norte e Centro são as regiões mais procuradas.

Trinta e oito por cento dos portugueses vão gozar férias durante o período de Natal/fim de ano de 2018. Os dados são de um inquérito realizado pelo IPDT, em parceria com a Soltrópico. Os resultados representam um ligeiro acréscimo de 1,3 pontos percentuais no número de portugueses que tencionam fazer férias fora de casa neste período, face a 2017.

Dos 38 por cento que tencionam ir de férias no Natal e fim de ano, 74 por cento vão ficar em território nacional – as regiões do Porto e Norte e do Centro surgem como destinos preferenciais, recolhendo 59 por cento das preferências, seguindo-se Alentejo (11 por cento) e Açores, com 10 por cento das respostas. Um quarto dos turistas portugueses têm como destino o exterior do país, um decréscimo de dezassete por cento face ao ano passado. Reino Unido, Espanha, Brasil e Bélgica são os principais destinos.

Segundo o presidente do IPDT, António Jorge Costa, “a expectativa para o gozo de férias neste período é muito positiva, sobretudo pelo aumento do número de turistas que optam por ficar em território nacional”.

A duração da estada será de 3,46 noites, o que representa um decréscimo face ao período homólogo de 2017 (3,77 noites). O consumo diminui ligeiramente face a 2017, fruto das estadas mais curtas. Cada turista nacional deverá gastar, em média, 196€ a que corresponde um gasto por noite e turista de 57€.

O perfil dos respondentes revela que 75 por cento são mulheres, sendo na sua maioria casados ou em união de facto. A média de idades da amostra é de 36 anos.

A recolha de dados do estudo de intenções de férias para o Natal e fim de ano de 2018 decorreu entre 25 de novembro e 5 de dezembro de 2018, com a aplicação de um questionário promovido através de uma campanha online. Obtiveram-se 408 questionários válidos.

>